Veja outras formas de visualizar o blog, clicando nas opções a seguir:
Sidebar Magazine Timeslide
AVISO:
O blog Antropologia da Criança apenas divulga eventos e publicações. Procurem nas respectivas postagens o link do evento para fazer sua inscrição, bem como o link da revista para enviar seu texto - a página Contato não serve para isso.


terça-feira, 13 de agosto de 2013

MESA REDONDA: O “OFÍCIO DO ANTROPÓLOGO” NA PESQUISA COM CRIANÇAS.


MESA REDONDA: O “OFÍCIO DO ANTROPÓLOGO” NA PESQUISA COM CRIANÇAS.

Coordenadora:  Flávia Pires (UFPB/Sheffield University). 
Expositores: Adriana Viana (Museu Nacional/UFRJ), Liana Lewis (UFPE) e Flávia Pires (UFPB/Sheffield University).
O objetivo da MR é debater pesquisas que levem em conta a metodologia na pesquisa que envolve crianças, colocando em cheque o “ofício do antropólogo” através dos dilemas, desafios e vantagens colocados quando os nativos são crianças. Após vários esforços, a partir dos anos 1960, para reparar o negligenciamento das crianças como objetivos e sujeitos de pesquisa legítimos, a Antropologia da Criança continuou, de certo modo, sendo considerado um tema de importância marginal. Contudo, é notável uma crescente valorização dos estudos sobre a infância como um tema central na construção de um novo paradigma que visa compreender a natureza sócio-cultural da criança, tratando-a como agente e sujeito. A MR promoverá um debate sobre os universos das crianças e do fenômeno social da infância sob a ótica da antropologia, a partir de três contextos de pesquisa diferentes.

Mais informações no link: http://semanadeantropologia.wix.com/

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

GT 8: ANTROPOLOGIA DA CRIANÇA: explorando o “ofício do antropólogo” quando os nativos são crianças.


GT 8: ANTROPOLOGIA DA CRIANÇA: explorando o “ofício do antropólogo” quando os nativos são crianças.
Coordenação: Flávia Pires (UFPB/University of Sheffield), Patrícia Oliveira (UFPB), Christina Gladys (UFPB)

As propostas devem ser encaminhadas para o e-mail: grupodepesquisa.crias@gmail.com

Dando continuidade às atividades do grupo de pesquisa CRIAS: Criança, Cultura e Sociedade e ao debate engendrado no GT “Antropologia da Criança: pesquisas em andamento em um campo em construção” durante a “II Semana de Antropologia do PPGA/UFPB” em 2012 gostaríamos de propor o aprofundamento do debate sobre antropologia da criança, com especial ênfase no fazer antropológico. Nosso intuito é debater artigos que levem em conta a metodologia na pesquisa com crianças, colocando em cheque o “ofício do antropólogo” através dos dilemas, desafios e vantagens colocados quando os nativos são crianças.

Mais informações no link: http://semanadeantropologia.wix.com/

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

I CONGRESSO INTERNACIONAL DE PESQUISADORES E PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO SOCIAL E XI SEMANA DA CRIANÇA CIDADÃ

EVENTO: I CONGRESSO INTERNACIONAL DE PESQUISADORES E PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO SOCIAL E XI SEMANA DA CRIANÇA CIDADÃ

O evento contará com a participação de estudiosos da área da Educação Social do Brasil, Espanha, Uruguai e Argentina. Organizado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM?Paraná), através do Programa Multidisciplinar de Estudos, Pesquisa e Defesa da Criança e do Adolescente- PCA.

DATA: 28, 29,30 DE SETEMBRO E 01 DE OUTUBRO
LOCAL: UEM/BLOCO I12
CERTIFICADO: 35 horas (para quem participar 100%)
TRABALHOS:
Possibilidade de apresentação de trabalhos em forma de pôster ou comunicação oral.


Envio de resumos até 31 de agosto de 2013.Endereço para envio: congressoeducsocial2013@gmail.com
INSCRIÇÕES: Podem ser realizadas no site do evento ou no PCA (anexo a biblioteca central da UEM)
VALOR DAS INSCRIÇÕES:
docentes (universidades): R$50,00
Técnicos e acadêmicos (graduação e pós graduação): R$30,00
Comunidade externa: R$40,00
Para maiores informações entrar no site do PCA UEM: http://www.pca.uem.br/pcanova/

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Convocatoria: Construcción de infancias en el siglo XX (Congreso AHILA)

Convocatoria:

Construcción de infancias en el siglo XX (Congreso AHILA)

Convocante: Liliana Ruth Feierstein - Susana Sosenski
Tipo de convocatoria: Ponencia
Fecha límite: Jue, 2013-10-10
Correo electrónico: infanciasahila2014@gmail.com

Texto de la convocatoria: 

VII CONGRESO INTERNACIONAL AHILA. Berlin, 8-12 de septiembre, 2014.
C O N V O C A T O R I A
SimposioConstrucción de infancias en el siglo XX. Convergencias y divergencias culturales y nacionales
Se recibirán las propuestas de ponencia en el correo infanciasahila2014@gmail.com hasta el 10 de octubre de 2013.
 Los lenguajes del Congreso son español y portugués.
Sinopsis del simposio: 
La infancia es una construcción social y cultural: culturas diversas construyen sus propias concepciones acerca de lo que debe ser un niño. Si bien las diferenciaciones culturales nos permiten pluralizar el concepto y hablar de "infancias" para resaltar los procesos de diferenciación, desde hace siglos, también existen numerosos ejemplos de que las infancias conviven en espacios comunes en una interacción que implica rasgos compartidos y experiencias comunes. La escolarización, las religiones, las organizaciones infantiles, la publicidad, las ideas pedagógicas, las migraciones, los exilios o las producciones culturales para los niños dan cuenta de procesos de construcción de infancias trasnacionales y transculturales, es decir, infancias en las que a pesar de las diferencias, niños de distintas culturas o naciones también compartieron experiencias, formas de ser tratados y vistos.
 Este simposio busca reunir trabajos académicos en torno a  dos planos. El análisis de las interacciones entre niños y las diversas culturas y naciones en la historia del siglo XX, y por otro lado, el análisis de la construcción de concepciones de infancia propias del siglo XX que traspasaron fronteras nacionales y culturales dando paso a la construcción de infancias trasnacionales y transculturales. Europa y América constituyen espacios y contextos de enorme riqueza para analizar y dar cuenta de las interacciones,  los choques, las influencias y las particularidades en torno a lo que significó ser niño.
Coordinadoras:
Dra. Liliana Ruth Feierstein,  Universidad de Konstanz, Alemanialiliana.feierstein@uni-konstanz.de
 Dra. Susana Sosenski, Instituto de Investigaciones Históricas, UNAM, México sosenski@gmail.com
Las propuestas deberán tener los siguientes datos:
·         Título de la ponencia
·         Nombre del autor
·         Institución de adscripción
·         País
·         Correo electrónico
·         Sinopsis curricular (máximo 300 palabras)
·         Resumen de la ponencia (máximo 500 palabras)

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Crianças e infâncias: educação, conhecimento, cultura e sociedade

Clique na imagem para ver em tamanho maior.

Crianças e infâncias: educação, conhecimento, cultura e sociedade
Magali Reis, Maria do Carmo Xavier e Lorene dos Santos (orgs.)
ISBN 978-85-391-0276-1

Os diferentes matizes que compõem visões de infâncias procuram materializar percepções e ações diferenciadas – e por vezes antagônicas –, promovendo significados distintos à nossa compreensão sobre a infância e ao modo de nos relacionarmos com as crianças. O tema central dos trabalhos investigativos presentes no livro Crianças e infâncias: educação, conhecimento, cultura e sociedade, explicita reflexões que se somam aos interesses e às expectativas de significativa parcela da comunidade acadêmica da área de educação da infância, especialmente aos interessados em desenvolver trabalhos cujo epicentro seja a vida das crianças brasileiras, suas culturas, as experiências educacionais a elas destinadas e os profissionais que com elas trabalham.

Link da editora: http://www.annablume.com.br/

terça-feira, 18 de junho de 2013

Famílias em Imagens

Clique na imagem para visualizar em tamanho maior.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Artigo: Vamos discordar - Michel Vandenbroeck

Vamos discordar

Michel Vandenbroeck

Resumo:


Enquanto o respeito pela diversidade era um tema "à margem" dos debates sobre educação na primeira infância na década de 1980, é o cerne das preocupações de muitos hoje. Há um consenso emergente sobre como abordar as questões da diversidade na teoria da educação infantil, políticas e práticas. No entanto, é precisamente este consenso que pode ser preocupante. Inspirado pela teoria pós-fundacional, defendo que dissenso e desacordo não são apenas inevitáveis, mas também são necessários para promover o respeito pela diversidade, não como a tolerância para com aqueles que se desviam das normas, mas como uma desconstrução das normas que criam desvios.
Palavras-chave: democracia, políticas, pequena infância e diversidade

Texto Completo: PDF 


Revista Eletrônica de Educação, Vol. 3, No 2 (2009)


REVISTA ELETRÔNICA DE EDUCAÇÃO. São Carlos (SP): Universidade Federal de São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2007. Semestral. ISSN 1982-7199. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br

quinta-feira, 16 de maio de 2013

ET14 - Antropología de las Infancias y Adolescencias


FACULTAD DE HUMANIDADES Y ARTES
DEPARTAMENTO de ANTROPOLOGÍA SOCIO-CULTURAL
XII JORNADAS ROSARINAS DE ANTROPOLOGÍA SOCIO-CULTURAL

Antropología Socio-cultural hoy. Problemas sociales y campo disciplinar:
tensiones y desafíos

24 y 25 de octubre de 2013 - Rosario
2º CIRCULAR
-Fundamentación-
-Espacios de Trabajo-
-Pautas de Presentación Resúmenes y Ponencias-

ET14 - Antropología de las Infancias y Adolescencias
Nos interesa recibir trabajos en los cuales se reflejen problemáticas diversas emergentes de la misma diversidad socio cultural que es trama y fondo a estas etapas etarias. Reconociendo en ellas diferentes formas del vivir las infancia/s y adolescencia/s determinadas por los contextos socio político económico que llevan a situaciones de profundas asimetrías. Agudizando la mirada antropológica y el enfoque de los DD.HH sobre cuestiones como: quien es niñ@ y adolescente hoy; cómo es ser adolescente desde una perspectiva émica; los espacios consagrados y los nuevos; lo lúdico, el placer; la participación social; política; las técnicas de recolección de datos, etc. En ejes temáticos que nos permitan reflexionar críticamente en conjunto, sobre las condiciones apropiadas para “el mundo de las infancias y adolescencias”. Los trabajos pueden ser comunicaciones y o ponencias.


Coordinación:
Dra. Eugenia María Ruiz Bry ylut@eldigital.com.ar
Mag.Dr. Univ. deChile Rodrigo Sepúlveda rfsepulveda@gmail.com
Lic. María de los Ángeles Nuñez mariamarcone2011@gmail.com
Lic. Sumalla, Andrea UNR andreasumalla@gmail.com
Peña Barriga, Gonzalo Univ. de Chile cadeeet@gmail.com
Merayo, Norman UNR norman_3512@hotmail.com