Veja outras formas de visualizar o blog, clicando nas opções a seguir:
Sidebar Magazine Timeslide
AVISO:
O blog Antropologia da Criança apenas divulga eventos e publicações. Procurem nas respectivas postagens o link do evento para fazer sua inscrição, bem como o link da revista para enviar seu texto - a página Contato não serve para isso.


quarta-feira, 29 de junho de 2011

Blog renovado!!!

O blog está de roupa nova essa semana.


A foto é de duas crianças Peruanas, localizadas mais ou menos a 250km de Cusco e a 4900m de altitude. Na ocasião, o fotógrafo registrava uma cerimônia chamada "Senhor de Coyllorrity".

Não sei exatamente o que me impressionou nesta imagem, simplesmente me encantou ver as duas meninas juntas observando as montanhas. Me expressou um profundo sentimento de amizade... independente da localização.

A imagem é de Antonio Carlos Ferreira Banavita, que gentilmente me autorizou o uso de sua imagem no blog.
No site Olhar Indígena podem conferir seus vídeos e fotos de povos indígenas (não inclui essa e outras fotos do Peru).

Espero que tenham gostado da mudança!!!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Saharan and North African Toy and Play Cultures

All the volumes of the collection:

Saharan and North African Toy and Play Cultures
Jean-Pierre Rossie


Rossie, Jean-Pierre (2005). Saharan and North African Toy and Play Cultures. Children's dolls and doll play. Foreword by Dominique Champault, Stockholm International Toy Research Centre, Stockholm: Royal Institute of Technology, 328 p., 163 ill. 
Download here.
 
Rossie, Jean-Pierre (2005). Saharan and North African Toy and Play Cultures. The animal world in play, games and toys. Foreword by Theo van Leeuwen, Stockholm International Toy Research Centre, Stockholm: Royal Institute of Technology, 219 p., 107 ill.
Download here.

Rossie, Jean-Pierre (2008). Saharan and North African Toy and Play Cultures. Domestic life in play, games and toys. Preface by Gilles Brougère, Stockholm International Toy Research Centre, Stockholm: Royal Institute of Technology, 438 p., 410 ill.
Download here.

Rossie, Jean-Pierre (2011). Saharan and North African Toy and Play Cultures. Commented bibliography on play, games and toys. Stockholm International Toy Research Centre, Stockholm: Royal Institute of Technology, 72p. - The original 2005 version is found on the CD included in Toys, Play, Culture and Society.
Download here.

Rossie, Jean-Pierre (in progress). Saharan and North African Toy and Play Cultures. Technical activities in play, games and toys. Stockholm International Toy Research Centre, Stockholm: Royal Institute of Technology.
Download here


Other publications on the sitehttp://www.sanatoyplay.org/english/en-news.htm

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Simpósio: Relações de gênero, família e infância

I Seminário Internacional História do Tempo Presente
07, 08 e 09 de novembro de 2011
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Florianópolis, SC

Simpósio Temático: Relações de gênero, família e infância
Coord.: Profa. Dra. Marlene de Fáveri

Este Simpósio Temático é proposto por pesquisadoras do laboratório de Relações de Gênero e Família (LABGEF/UDESC). Contempla pesquisas sobre as relações de gênero e os arranjos familiares como processos culturais que envolvem múltiplas formas de sociabilidades, com ênfase nas experiências historicamente construídas, entendidas como lugar onde são percebidas as relações de poder/saber e as várias representações e práticas sociais. O aporte teórico propõe um diálogo interdisciplinar na área das ciências humanas, seja na análise de relações de gênero ou naquelas relativas à classe, geração e etnia. Abrigará trabalhos relativos à construção histórica das relações de gênero, de práticas relativas à saúde reprodutiva e à sexualidade, políticas sociais para família, infância e juventude; constituição de subjetividades, das relações de poder e da corporalidade no âmbito da cultura/consumo; de práticas laborais, médicas, lúdicas, religiosas; dos parentescos; das leis e políticas públicas; questões éticas; do comércio sexual, dentre outras, na perspectiva de uma História do Tempo Presente.

Envio de propostas de comunicações: 15 de abril à 20 de junho.
Envio dos textos completos: 15 de julho à 01 de setembro.

Mais informações no site:

quarta-feira, 8 de junho de 2011

II Seminário Ensino de Arte

Para ver a programação do seminário, clique aqui.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Seminário "Famílias: Aspectos Contemporâneos"

domingo, 5 de junho de 2011

35º ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS

 35º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais

35º ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS
24 a 28 de outubro de 2011, Caxambu, MG

Para ir ao site do evento, clique aqui.

Veja os GTs selecionados, clicando aqui.

Inscrições antecipadas tem desconto, veja a tabela nesse link.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

"Desafios Antropológicos Contemporâneos" - 28ª Reunião Brasileira de Antropologia (RBA)

"Desafios Antropológicos Contemporâneos"
28ª Reunião Brasileira de Antropologia (RBA)

Entrará no ar nesta semana, o site www.28rba.abant.org.br, para a abertura oficial de submissão de propostas de atividades para a 28ª Reunião Brasileira de Antropologia (RBA), cujo tema é “Desafios Antropológicos Contemporâneos”. A 28ª RBA será realizada em São Paulo, no período de 02 a 05 de Julho de 2012, nas dependências da PUC-SP.
Poderão propor atividades para Grupos de Trabalho (GTs) e Mesas Redondas (MRs) para compor a programação da 28ª Reunião Brasileira de Antropologia todos os associados doutores efetivos ou correspondentes da ABA. Antropólogos estrangeiros que sejam comprovadamente associados a alguma associação de antropologia vinculada ao Conselho Mundial de Associações Antropológicas (World CouncilofAnthropologicalAssociations- WCAA) também poderão coordenar Mesas Redondas (MRs) e Grupos de Trabalho (GTs). Todos os proponentes e participantes de atividades, sem exceções, deverão estar em dia com o pagamento da anuidade ao apresentarem suas propostas de Grupos de Trabalhos, Mesas Redondas ou outras atividades, para que o registro e a submissão das propostas no próprio site do evento possam ser efetuados e confirmados online. Para informações sobre a regularização de situações de inadimplência ou instruções sobre formas de pagamento da(s) anuidade(s), acesse o site da ABA (www.abant.org.br) ou entre em contato com a secretaria da ABA pelo telefone (61) 3307-3754. Todas as propostas de atividades serão submetidas em formulários online que se encontrarão disponíveis no site www.28rba.abant.org.br, e deverão seguir as instruções e informações solicitadas para o seu correto preenchimento para o aceite da submissão das propostas. 

I) GT - Grupos de Trabalho

Os GTs serão propostos por dois associados doutores efetivos ou correspondentes da ABA, ou membro de uma Associação filiada ao WCAA, observadas as mesmas condições estabelecidas para Associados da ABA, que coordenarão as atividades. Os coordenadores deverão ser vinculados a instituições diversas, preferencialmenteem diferentes unidades da Federação ou países.

Os GTs ocorrerão em no máximo 3 sessões, com 5 apresentações orais por sessão, totalizando 15 trabalhos no máximo, podendo, a critério dos coordenadores e observadas as regras, ter debatedores incluídos na programação. Recomenda-se que os trabalhos selecionados pelos coordenadores procurem observar a diversidade institucional e regional das propostas submetidas.

Características da proposta

Um dos coordenadores cadastrará a proposta contendo: título; resumo com até 1500 caracteres com espaço, nome/instituição/e-mail do proponente e indicação do segundo coordenador.

II) MR - Mesas Redondas

As MRs serão propostas por um coordenador que seja associado doutor efetivo ou correspondente da ABA, ou membro de uma Associação filiada ao WCAA, observadas as mesmas condições estabelecidas para Associados da ABA.

Composição da atividade

As MRs serão compostas de três participantes e um coordenador, podendo, a critério dos coordenadores e, observadas as regras, ter um debatedor. Os integrantes deverão pertencer a instituições diversas, localizadas preferencialmente em diferentes unidades da federação.

Características da proposta

O coordenador cadastrará a proposta indicando: título da mesa redonda; resumo com até 1500 caracteres com espaço sobre o tema da mesa redonda; nome/instituição/e-mail de todos os participantes (inclusive eventual debatedor), que deverão também registrar os títulos e resumos com até 900 caracteres com espaço das suas respectivas exposições.

III) Prazos para Submissão de Propostas de Grupos de Trabalhos (GTs) e Mesas Redondas (MRs)

Período para submissão de propostas de atividades (GTs): 02/06/2011 a 01/09/2011
Período para submissão de propostas de atividades (MRs): 28/06/2011 a 01/09/2011
Divulgação das propostas selecionadas para compor a programação (GTs, MRs): 31/10/2011
Período de inscrição de comunicações nos GTs: 08/11/2011 a 26/01/2012
Divulgação das propostas selecionadas para GTs: 02/03/2012


 Informações obtidas no site da ABA. Este informativo pode ser visto clicando aqui.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Playing into the Future - surviving and thriving


World Conference 2011

Playing into the Future - surviving and thriving

4 - 7 July 2011, Cardiff City Hall, Wales


How do we create a future where playing is valued and where every country and neighbourhood upholds every child's right to time, freedom and a safe enough environment for playing in their own way? 
The 18th conference of the International Play Association offers four days to share evidence, experience and examples of good practice with colleagues from around the world.

Conference themes:


Play – Individual and Social

Play and its contribution to adaptation, healing, resilience, risk-management, social wellbeing, emotional literacy and learning 
Play deprivation, bias and extremes – the effects on children of having no opportunity to play, or only being able to play in a very limited or extreme way and how these effects might be overcome
Play and identity• Play and the playwork approach
Play and the reflective practitioner 

Play – Environment and Space - indoor, outdoor, virtual, urban or rural

The environment, space and time within which playing occurs – is promoted or inhibited – whether planned by adults or not 
Providing environments where children and young people can create and manage risk and uncertainty
The influence physical and emotional environments have on play

Play – Society and Culture

Play and policy making
Freedom to play and the structures of society and communities – social divisions, material divisions, mobility and inequality
Play cultures and folklore
Playing, ethnography and children’s geographies
War, conflict and play

More information: http://www.ipa2011.org/